5th Avenue

Moda: um museu de grandes novidades.

Categoria: roupas

Anos 20

Imagem

Estava lendo o post do Between Us! sbre o baile de carnaval da Vogue e coincidência ou não o tema foi anos 20, eu já estava pensando em fazer um post com esse tema desdo começo da semana passada quando vi ~finalmente~ Meia noite em Paris e fiquei apaixonada pelo filme, foi muito mais do que eu esperava.

Então vamos começar:
A década de 1920, ou simplesmente década de 20 ou ainda anos 20 foi o período de tempo entre 1 de janeiro de 1920 e 31 de dezembro de 1929.*

Os Anos 20 ficaram conhecidos como Era do Jazz, foi um ano próspero também para Hollywood e seus astros. E não podemos esquecer do charme das melindrosas.
Apartir dessa década as mulheres passaram a ter mais liberdade, já mostravam as pernas, o colo e usavam maquiagem.

A silhueta dos anos 20 era tubular, os vestidos eram mais curtos, leves e elegantes, com braços e costas à mostra. O tecido predominante era a seda. Os novos modelos facilitavam os movimentos frenéticos exigidos pelo charleston – dança vigorosa, com movimentos para os lados a partir dos joelhos. As meias eram em tons de bege, sugerindo pernas nuas. O chapéu, até então acessório obrigatório, ficou restrito ao uso diurno. O modelo mais popular era o “cloche”, enterrado até os olhos, que só podia ser usado com os cabelos curtíssimos, a “la garçonne”, como era chamado. A mulher sensual era aquela sem curvas, sem seios e com quadris pequenos. A atenção estava toda voltada aos tornozelos.

Imagem   Imagem  ImagemImagemImagemImagem

O  penteado feminino La Garçonne, cortado à altura da orelha, foi um modismo que começou nos anos 20. Na foto a atriz Clara Bow.

Imagem

Acima o chapéu cloche, que tem foi usado pela personagem Blair de GG.

Imagem Imagem  Imagem

Imagem

Imagem

Vogue Alemã jan.2012

Abaixo fotos de um dos episódios de Gossip Girl da terceira temporada.

Imagem Imagem

ImagemImagem Cena do Filme Meia noite em Paris.

Imagem

Ford T de 1927, modelo que ficou conhecido no Brasil como Ford-de-Bigode.

Imagem

O famoso marinheiro Popeye foi criado em 1929.

Os grandes figurinistas da época foram:

– Jacques Doucet (1853-1929), um figurinista francês, em 1927, subiu as saias para mostrar as ligas rendadas.

– Coco Chanel criou a moda dos cortes retos, capas, blazers, cardigãs, colares compridos, boinas e cabelos curtos.

– Jean Patou, estilista francês teve o foco na criação de roupas esportivas. Inclusive para a tenista Suzanne Lenglen. Também revolucionou a moda da praia a com seus maiôs.

*No Brasil entre 11 e 18 de fevereiro de 1922 é realizada, no Teatro Municipal de São Paulo, a “Semana de Arte Moderna”.
*A Inglaterra ainda era o mandachuva do mundo – prosperidade essa que teve uma forte queda em 1929 com a quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque, os anos seguintes ficaram conhecidos como a Grande Depressão, marcados por falências, desemprego e desespero. A Europa, contudo, sofria as consequências da Primeira Guerra Mundial, o que permitiria a ascensão do Nazismo,por Hitler, após a Crise de 29, o surgimento do Fascismo italiano e ainda o Salazarismo em Portugal.

Anúncios

Summer

Alysha Nett & Linnea Jacobson

NYFW / LFW – resumo

Make
Blush em tons alaranjados.

 

Color blocking em tons pastel [Mulberry londres, Victoria Beckham ny, amarelo e rosa na Preen]

 

Inspiração tribal.

Burberry - Londres

Teca - fashion rio

Spfw - tufi duek

HIGH TECH.

CK

Olivier

Estou muito apaixonada por essas calças, quero as duas \o/

Marc

Amei essa primeira roupa *-*

Diesel

Herver Leger

Acessórios.

Look do dia

Resumo Fashion Rio primavera-verao 2012

It- sapato: plataforma.

Vai pegar: calça flare (quem ainda não comprou, corre e compra já, durante as liquidações!), camisa de seda sem manga (a evolução das de inverno, com manga comprida e laço), vestido amplo, calça Capri, jeans delavé, crochê, listras, saias mais comportadas (longas ou na altura do joelho), terninhos com paletó e shorts. Nas cores, muito branco, laranja e azul royal.

Acessório: colares geométricos, meio déco, mas com uma pegada mais pop, como os da Patachou.

Bolsa: nenhum modelo que fosse novo ou unânime.

Fecho com a do Alexandre Herchcovitch, que imita uma máquina fotográfica, pela graciosidade.

CFDA (Council of Fashion Designers of America) 2011

Aconteceu ontem em (Lincoln Center) NY o CFDA (Council of Fashion Designers of America) que  é uma cerimônia de premiação, que homenageia a excelência em design de moda, é freqüentemente chamado de “o Oscar da moda.” Os vencedores são escolhidos  e anunciadas no CFDA Fashion Awards evento anual de gala.

Estilista de Moda Feminina do Ano
Indicados: Alexander Wang, Jack McCollough e Lazaro Hernandez para Proenza Schouler, Marc Jacobs
Vencedor: Jack McCollough e Lazaro Hernandez para Proenza Schouler

Estilista de Moda Masculina do Ano
Indicados: Michael Bastian, Patrik Ervell, Simon Spurr
Vencedor: Michael Bastian

Designer de Acessórios do Ano
Indicados: Alexander Wang, Jack McCollough e Lazaro Hernandez para Proenza Schouler, Reed Krakoff
Vencedor: Alexander Wang

Prémio Swarovski para Moda Feminina (novos talentos)
Indicados: Joseph Altuzarra, Ashley Olsen e Mary-Kate Olsen, Prabal Gurung
Vencedor: Prabal Gurung

Prémio Swarovski para Moda Masculina (novos talentos)
Indicados: Alexander Wang, Phillip Lim, Robert Geller
Vencedor: Robert Geller

Prémio Swarovski para Design de Acessórios
Indicados: Alejandro Ingelmo, Eddie Borgo, Jason Wu, Pamela Love
Vencedor: Eddie Borgo

Prémio Geoffrey Beene Lifetime Achievement
Marc Jacobs

Tributo do Conselho de Directores
Arthur Elgort

Prémio Internacional
Phoebe Philo para Céline

Prémio para Imprensa
Hilary Alexander

Founders Award
Hal Rubenstein

Fashion Icon do Ano
Lady Gaga

Look do dia

 

Cobras

Ultimamente só tem se falado de onças e mais onças, mas graças -para alguns-  a  Prada e a Gucci trouxeram uma nova proposta a COBRA.

MET 2011

A edição 2011 do Baile do MET teve no aclamado trabalho do estilista Alexander McQueen (♥)  a sua temática, uma vez que esse antecede e marca o início da exposição batizada de: “Alexander McQueen: Savage Beauty”.

O vestido de Kate Middleton